BLOG

08/12/2020 - Candidatos

Como a saúde mental afeta a produtividade

Saúde mental não é apenas a inexistência de transtornos mentais, mas saber administrar emoções positivas e negativas quando nos vemos diante de determinadas situações.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), “a saúde mental é caracterizada por um estado de bem estar, no qual uma pessoa é capaz de apreciar a vida, trabalhar e conviver com os demais, independente das circunstâncias a que é submetida”.

Na rotina corporativa, os profissionais podem se ver expostos à pressão, jornadas de trabalho excessivas, acúmulo de funções, salários não compatíveis, metas inalcançáveis, fofocas e bullying, assédio moral e sexual, grosseiras de chefes despreparados, além da falta de autonomia e reconhecimento

Isto pode ocasionar diversos distúrbios como ansiedade, síndrome de pânico e depressão, afetando a produtividade no ambiente de trabalho.

A importância da saúde mental no trabalho

A maioria dos colaboradores nem percebe que está com algum problema relacionado à saúde mental ou, se nota, tenta esconder sua condição e acaba se isolando, pois teme o preconceito dos colegas ou até mesmo motivar a própria demissão, em virtude de ausências para ir ao médico. 

É necessário ficar atentos a determinados sintomas, como:

O sucesso de uma empresa está diretamente vinculado ao bem estar físico e psicológico dos seus colaboradores. Ao enfrentar algum distúrbio associado à saúde mental, o profissional costuma sentir-se infeliz com serviços que, antes, lhe traziam prazer, passando a realizá-los mais vagarosamente e, às vezes, sem o cuidado e atenção necessários, correndo riscos e causando acidentes. Além disso, perde-se a motivação, o foco, a concentração e o engajamento com os objetivos da empresa.

É comum também o efeito dominó, pois um funcionário amargurado desestimula aqueles que se relacionam com ele, causando descontentamento em toda a equipe.

A Avance-Authent elencou algumas condutas de precaução necessárias a toda empresa que preza por um ambiente de trabalho sadio:

  • Não tolerar qualquer tipo de intimidação, perseguição, assédio ou bullying dentro da empresa. Estimular uma convivência saudável, do ponto de vista psicológico, no qual se priorize o respeito entre todos e onde predomine a cooperação e o clima de amizade;
  • Não tratar problemas de saúde mental como um tabu ou algo de que a pessoa deva envergonhar-se;
  • Ter uma política interna acolhedora e acessível, na qual o funcionário sinta-se à vontade para conversar sobre o que lhe incomoda e receba auxílio adequado quando necessário;
  • Promover palestras de conscientização sobre a saúde mental;
  • Se possível, oferecer espaços de descanso e momentos de recreação aos colaboradores, especialmente em períodos em que se exige mais da equipe.

 

Post relacionados

17/05/2022 - Recrutadores

O que você pretende com essa contratação? Como o produto ou serviço pode ajudar os colaboradores e a empresa, como um todo, a se desenvolver?

09/05/2022 - Recrutadores

Na hora de preencher uma nova vaga na organização, a possibilidade de recontratar um ex-colaborador se torna uma boa opção por diversos motivos: o fato de já conhecer o clima organizacional e a cultura da empresa e saber quais são os objetivos do negócio torna a reintegração mais simples.

03/05/2022 - Recrutadores

Com a pandemia, a revolução digital, que já estávamos vivendo, se intensificou. As relações pessoais, o trabalho, o consumo e o entretenimento acabaram migrando, em grande parte, para o ambiente virtual.

Rua Machado Bittencourt, 205, sala 26
Vila Clementino - São Paulo / SP - CEP: 04044-904

+55 11 5906-7500